Aluguel de imóveis

Entenda o que é o seguro fiança e as vantagens de contratar

setembro 21, 2018
Tempo de leitura 3 min

No momento de realizar a locação, o proprietário do imóvel faz algumas exigências para garantir que o contrato será respeitado, entre elas estão as garantias de aluguel. O seguro fiança é uma das opções mais vantajosas para garantir o pagamento do aluguel seja realizado adequadamente.

Funciona assim: o seguro é contratado por pessoas que querem realizar a locação de imóveis e, caso não pague o aluguel corretamente, a empresa seguradora fornecerá o pagamento (dos valores contratados) ao proprietário.

Além de dar tranquilidade ao dono do imóvel, o seguro fiança facilita a vida do locatário — que não precisa  procurar um fiador. Que tal se informar melhor sobre o assunto? Boa leitura!

Saiba o que a lei diz sobre o seguro fiança

O seguro fiança locatícia, assim como todas as garantias de locação, é regulamentado pela Lei do Inquilinato. O texto diz que o dono do imóvel não pode exigir mais de uma modalidade de garantia.

Além disso, a lei determina que o proprietário não é obrigado a aceitar nenhuma garantia, ou seja, pode optar pela modalidade que achar mais conveniente. Vale salientar que o seguro não exime o locatário de arcar com as despesas. Após realizar o pagamento ao dono do imóvel, a seguradora vai exigir o reembolso total da dívida.

Conheça 4 vantagens do seguro fiança

Agora que já entendemos o que é o seguro fiança e o que a lei diz sobre o tema, vamos listas algumas das vantagens em contratá-lo.

Suspende a necessidade de buscar um fiador

Encontrar um fiador que atenda as exigências da imobiliária e que esteja disposto a dar a fiança, não é tarefa fácil. Sendo assim, não precisar buscar essa pessoa torna todo o processo mais simples.

Torna mais ágil a aprovação do contrato

A entrega da documentação é uma das etapas mais demoradas na locação de casas e apartamentos. Por ser menos burocrático, a locação com seguro fiança locatícia tende a ser mais ágil.

Evita o pagamento de caução

A caução, modalidade em que o proprietário solicita um depósito como garantia, também é evitado com o seguro. Dessa forma, quem pretende alugar o imóvel não precisa desembolsar uma grande quantia de dinheiro de uma vez. O seguro, além de ser mais em conta que a caução, geralmente é pago em parcelas mensais.

Possibilidade de coberturas extras

Algumas empresas que realizam o serviço oferecem coberturas extras para quem realiza a contratação, como descontos em serviços e pequenos reparos na propriedade, por exemplo.

Veja quais documentos são necessários para a contratação

Para contratar o seguro fiança, é necessário passar uma análise de crédito para que a seguradora tenha certeza de que você está apto a realizar o pagamento do aluguel. Entre outros itens, a empresa vai se certificar que o inquilino não tem o nome comprometido em nenhum órgão de proteção ao crédito.

A lista pode variar de acordo com a seguradora escolhida, mas de modo geral, os documentos exigidos são:

  • CPF;
  • RG;
  • comprovante de residência;
  • comprovantes de renda.

Geralmente, o inquilino precisa apresentar uma renda mensal equivalente a no mínimo três vezes o valor do aluguel. Autônomos podem comprovar com última declaração de imposto de renda e os extratos bancários dos últimos meses. Quem é empregado deve apresentar a carteira de trabalho e os últimos contracheques.

Apesar de ainda não ser tão conhecido como o fiador, o seguro fiança apresenta diversos benefícios para o locador e para o locatário. Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a compreender como funciona o processo.

Caso queira ter a acesso a conteúdos como esse, curta a nossa página no Facebook para não perder nenhuma novidade!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up