Compra de imóveis

Crédito imobiliário: entenda como funciona e a necessidade de pré-aprovação

setembro 27, 2018
Tempo de leitura 3 min

Com a retomada da economia, o crédito voltou a crescer no mercado imobiliário nacional. Isso tem feito com que muitos brasileiros voltem a sonhar com a compra da casa própria por meio do financiamento bancário. Mas você sabe o que é crédito imobiliário?

Neste post, vamos explicar como ele funciona em detalhes. Confira!

O que é crédito imobiliário e como ele funciona?

O crédito imobiliário representa o valor que o banco ou outra instituição financeira está disposto a emprestar para você adquirir um bem imóvel, em troca de um pagamento parcelado mensalmente com juros embutidos.

Ou seja, quando você não tem o valor para comprar a casa ou apartamento à vista, pode contratar o financiamento. O banco pagará pelo imóvel integralmente e você ficará devendo a ele, assumindo a dívida parcelada.

O principal custo da aquisição são os juros, o que torna a operação viável para as instituições financeiras. 

Por que é importante ter pré-aprovação no crédito imobiliário?

A maioria das pessoas pesquisa primeiro o imóvel e só depois de encontrá-lo é que solicita uma análise de crédito. O problema é que a organização dos documentos e comprovantes de renda necessários para a realização do processo pode ser demorada, fazendo com que o imóvel seja perdido para outro comprador nesse meio tempo.

É muito frustrante encontrar a casa ou apartamento dos sonhos e, quando tiver o crédito liberado, descobrir que o imóvel já foi vendido, não é mesmo? Você pode não acreditar, mas essa situação é mais comum do que se imagina.

Para não ter essa sensação desagradável, o recomendado é que dê entrada em uma análise de crédito primeiro. Assim, saberá quais imóveis pode comprar e se o valor das parcelas caberá no seu orçamento sem exigir grandes esforços para o pagamento.

A aprovação do crédito imobiliário é uma operação totalmente gratuita e sem compromisso. Além disso, você não precisa usar todo o limite liberado se não quiser.

Quais sãos os tipos de financiamento?

Tudo deve começar com a escolha do tipo de financiamento. Hoje, bancos públicos e privados oferecem condições atrativas para o crédito imobiliário, participam, inclusive, do programa “Minha Casa Minha Vida” e permitem usar parte do FGTS como entrada.

Além do banco, pesquise a modalidade mais adequada às suas necessidades, avaliando a taxa de juros, percentual do valor financiado, prazo e valor das prestações.

Os tipos de financiamentos mais importantes são mantidos pelo:

  • Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE);
  • Sistema Financeiro de Habitação (SFH);
  • Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

Em ambos, é possível usar o FGTS e ter condições bem atrativas, que variam conforme o cenário econômico atual e a análise de crédito individual do interessado. Mesmo assim, com a queda dos juros nos últimos meses e os prazos mais estendidos, o financiamento fica acessível a todos que possuem renda.

Como conseguir um financiamento?

Muitas imobiliárias fazem parcerias com bancos e financeiras para realizar o cadastro e análise de crédito no local, viabilizando e acelerando o processo de compra da casa própria. Mais do que isso, as imobiliárias assumem um papel fundamental na geração de experiências, orientando os clientes a realizarem as melhores escolhas.

Com base nisso, o primeiro passo que você deve dar é contar com o apoio de um especialista no setor para conciliar a realização do sonho com a obtenção de um crédito imobiliário saudável e responsável.

Gostou das dicas? Aproveite para descobrir também as 5 maiores vantagens de comprar um imóvel com uma imobiliária!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up